blog

7 Dicas para levar uma vida saudável

A esperança de vida é cada vez maior nos países avançados, graças aos avanços da ciência e para a conscientização em relação à necessidade de manter um estilo de vida saudável. Não existe uma fórmula mágica que nos assegure viver melhor e durante mais tempo, mas sim que há certos hábitos que podemos fazer para evitar o aparecimento de doenças cardiovasculares e o câncer, que são duas das principais causas de morte prematura. O estilo de vida que levamos tem uma clara influência sobre a nossa saúde. Levar uma vida sedentária, o consumo de álcool e/ou tabaco ou as dietas ricas em gorduras são fatores de risco que podem favorecer o aparecimento de doenças. Pelo contrário, manter uma dieta saudável e equilibrada e praticar exercício físico traz grandes benefícios para o nosso organismo. Muitos estudos demonstraram a importância de levar hábitos saudáveis para prevenir doenças cardiovasculares e alguns tipos de cânceres. Daí que seja muito importante saber as coisas concretas que podem nos ajudar a cuidar de nossa saúde e diminuir o risco de doenças. Mudar para uma dieta saudável e parar de fumar são ações que têm efeitos positivos imediatos sobre a nossa saúde. Seguindo uma série de dicas simples, podemos reduzir o risco de ter um câncer ou uma doença cardiovascular a metade, por que é um tema a ter em conta se queremos manter-nos saudáveis. Nunca é tarde para mudar os nossos hábitos de vida, por isso conte pra levar uma vida saudável e muito em breve você vai perceber os efeitos positivos. As seguintes são as principais diretrizes para uma vida saudável: – Faça exercício, mova-se Todos nós sabemos que o exercício é muito bom para a nossa saúde. Permite-Nos estar em forma, evitar problemas de excesso de peso, reduzir o estresse, melhorar o humor, fortalecer e tonificar os músculos e melhorar a coordenação motora, entre outros benefícios. De acordo com a American Heart Association (AHA), com apenas 30 minutos de exercício moderado (a caminhar a bom ritmo ou correr de forma suave), cinco dias por semana, reduz de forma considerável o risco de doenças como a diabetes, sofrer um infarto ou um acidente vascular cerebral. No caso de crianças, a necessidade de exercício é superior, pelo que o ideal seria uma hora por dia. – Controlar o colesterol É a única maneira de ter a garantia de que nossas arterías não vão falhar, que poderia ter consequências muito negativas para a nossa saúde. É importante que o nível de colesterol não é superior a 200 mg/dl, especialmente em pessoas que têm um gene hereditário que lhes faz produzir muito mau colesterol (LDL). Para manter o colesterol é vital evitar gorduras saturadas e aumentar o consumo de alimentos de baixo colesterol. Além disso, é fundamental fazer exercício e evitar o excesso de peso. – Controlar a pressão arterial Ter a tensão alta é um dos principais fatores de risco de doença coronariana. A hipertensão pode gerar graves consequências para o nosso organismo, pois faz com que o sangue flua através das artérias com muita força, afetando a todos os nossos órgãos vitais. Esta doença crônica, é conhecida como a "epidemia silenciosa do século XXI", já que não costuma apresentar sintomas, mas que, se não tratada, pode provocar infartos do miocárdio, hemorragia, acidente vascular cerebral, insuficiência renal e cegueira. Daí que sejam vitais para as revisões periódicas, já que é a única forma de detectar a existência de hipertensão em suas fases iniciais e instituir um tratamento adequado. A melhor maneira de controlar a tensão é manter uma dieta baixa em sal, evitar o excesso de peso, controlar o estresse e a ansiedade, manter-se em forma com exercício regular e limitar ou eliminar o consumo de álcool e tabaco. – Aprenda a comer bem A dieta é o fator de risco que provoca mais mortes e incapacidades em todo o mundo, segundo o maior estudo sobre doenças, acidentes e expectativa de vida realizado até agora. O Globan Burden of Disease Study insiste na necessidade de reduzir a ingestão de gorduras não saudáveis, os alimentos ricos em colesterol, os açúcares e o parceiro. Pelo contrário, recomenda-se aumentar o consumo de alimentos ricos em fibra e proteína magra, além de frutas e legumes. Além disso, deve-se tomar peixe ao menos duas vezes por semana. – Mantenha o seu peso a listra Se seguirmos os conselhos anteriores, estaremos evitando problemas de excesso de peso e todas as doenças que leva associadas, como a diabetes, a hipertensão, problemas do coração, alguns tipos de câncer. Se o nosso Índice de Massa Corporal é maior de 25, devemos nos colocar a dieta o mais rápido possível, já que o risco de sofrer problemas cardiovasculares aumenta de forma notável. – Reduzir o consumo de açúcar Ter diabetes aumenta de forma significativa as chances de sofrer um infarto ou um acidente vascular cerebral. Por isso, é importante prevenir o aparecimento desta doença, controlando sempre o nível de açúcar no sangue, mesmo sendo jovens. Para reduzir o nível de glicose no sangue deve-se diminuir o consumo de açúcares simples (doces e refrigerantes), fazer exercício regular e tomar a medicação se nos ordenou nosso médico. Um nível saudável de açúcar no sangue e nos ajuda a proteger nossos principais órgãos, o que viveremos mais e melhor. – Eliminar o tabaco de nossa vida Apesar de cumprir com todas as dicas anteriores, se você fuma você estará jogando todo o trabalho por terra. O tabaco provoca milhões de mortes por ano em todo o mundo. Os efeitos nocivos do tabaco são inúmeras: danifica nosso sistema circulatório, motiva o aparecimento de coágulos no sangue, eleva o risco de sofrer aneurismas e doenças do coração, além de ser um dos principais fatores de risco de câncer.