blog

A importância do "dia armadilha" na dieta

O "dia armadilha" é o dia da semana em que podemos ingerir com moderação os alimentos que não são permitidos em nosso plano dietético normal. O principal benefício do dia armadilha é basicamente psicológico, uma vez que tem por objetivo libertar a mente da pressão de ter que comer de forma restrita. Ter um dia armadilha não necessariamente significa comer em excesso ou somente comer "comida lixo ou sujeira". Significa permitir pequenos luxos que normalmente não entram no plano e é algo assim como uma recompensa pelo trabalho bem feito e continuar durante toda a semana uma dieta restrita. Certamente, se alguma vez levaste a cabo um plano dietético, em algum momento sentiu uma vontade incontrolável de comer algum tipo de "alimento proibido" (pizza, hambúrgueres, chocolate, sorvete....). No início da dieta, é mais fácil fazer face a estes desejos na medida em que estamos mais motivados, mas chega um momento em que é muito difícil dizer não a essas tentações. Além dos benefícios psicológicos do dia armadilha, também tem benefícios para o seu organismo desde esse dia vai se sentir recompensado e liberado porque acredite que chegou o momento de não ter que reservar a gordura e descansará de armazená-la para os momentos de restrição calórica. Se levar a cabo um plano de emagrecimento restrita em carboidratos, o mais provável é que tenha baixos níveis de glicogênio muscular. Junto com isso vem às vezes uma sensação de lentidão durante os treinos e menos resistência física. Uma comida armadilha significa um excesso de calorias e hidratos de carbono que servirá para repor o glicogênio, o que ajudará a ter mais energia e dar tudo em seus próximos treinos. Levar a cabo uma dieta rigorosa, de forma ininterrupta pode chegar a ser realmente difícil, mas sabemos que pelo menos uma vez por semana (ou a cada quinze dias), podemos comer o que nos apeteça, ajuda bastante a manter uma dieta a longo prazo.