blog

Como evitar as Cãibras Musculares

Um também muscularsuceden em uma área do corpo contraído involuntariamente, pode atacar sem aviso prévio, pondo freio a qualquer treino ou exercício físico, seja grave ou não. Mas não há nada totalmente seguro sobre os cãibras musculares, que comumente atacam os da panturrilha, isquiotibiais, quadríceps, braços e abdominais, as fibras são reduzidas nestes casos e, ao contrair-se, produz-se uma tensão, juntamente com uma sensação de opressão e irritabilidade. Podem durar desde poucos segundos a quinze minutos ou em ocasiões mais tempo, não é raro que se repita várias vezes até que finalmente se resolve. As cãibras podem ocorrer até seis horas após o exercício, mesmo que muitas vezes ataca os músculos das pernas no meio da noite. SINTOMAS DE CÃIBRAS MUSCULARES -Um também muscular produz dor, muitas vezes graves, além disso, implica a detecção de qualquer atividade que esteja em andamento e buscar alívio do também. -A pessoa se sente incapaz de usar o músculo afetado enquanto existirem cãibras. -As cãibras musculares graves podem estar associados com a inflamação e a dor, o que às vezes pode -persistir até vários dias depois que o também tenha persistido. -Pode aparecer no momento de dor, um nó ou volume no músculo, o qual se sente bem firme e sensível. Como prevenir as cãibras musculares – Mantenha-se hidratado, pois a desidratação é a principal causa de ocorrência de cãibras musculares. – Monitora a dieta, a falta de sódio e de potássio pode ser a razão de cãibras musculares, uma boa fonte de potássio, é comer uma banana. Em situações imprevistas, as bebidas isotónicas, como o Gatorade , além de rehidratarte ajudam a recuperar os carboidratos e eletrólitos perdidos. – Também você deve consumir alimentos ricos em vitaminas e minerais, como as vitaminas A, D e e, e minerais como o magnésio e o zinco, que além de evitar as cãibras musculares, podem ajudar a aliviar a dor. – Realiza exercícios pliométricos para aumentar a coordenação neuromuscular, uma vez que ajudam a evitar que os músculos se cansam, realiza os exercícios, pelo menos, um par de vezes por semana. Com estes exercícios, ocorre um ciclo de estiramento-encurtamento e se relaciona com os multisaltos, embora se possa trabalhar com flexões explosivas de braços. – Ciclo de aquecimento-relaxamento, começa com um aquecimento antes dos exercícios e termina com exercícios de relaxamento após o exercício, para manter a cãibras. – Mantenha o seu corpo flexível, alongamento antes e depois do exercício, irá ajudá-lo a prevenir cãibras e trações musculares. Deficiência de vitaminas e má circulação A deficiência de vitaminas pode resultar, directa ou indirectamente, cãibras musculares, que incluem deficiências de vitaminas do grupo B, como a B1, B5 e B6. A má circulação nas pernas, provoca falta de oxigênio no tecido muscular e pode causar dor nos músculos, às vezes conhecido como claudicação intermitente, que ocorre ao caminhar ou com o exercício e ocorre geralmente nos músculos da panturrilha. Tratamento das cãibras musculares -A maioria das cãibras podem ser reduzidos ou eliminados se pode esticar o músculo, como acontece com as dores dos pés e das pernas, os quais se podem aliviar pondo-se de pé ou andando. -Você também pode massagear suavemente o músculo, para ajudar a relaxar. -Costuma ser conveniente a aplicação de calor com uma almofada de aquecimento ou um banho quente. -Se o seu também está associada com a perda de fluidos, ao realizar uma atividade física vigorosa, é essencial repor os líquidos perdidos. -O tratamento de dores que estão associados a condições médicas específicas, centra-se geralmente no tratamento da doença subjacente, por isso os medicamentos específicos podem ser usados para tratar cãibras musculares com algumas dessas condições.