blog

Dicas para sobreviver às refeições de Natal

Agora que o Natal já está quase em cima e nos esperam grandes festas e grandes refeições, através do nosso blog de saúde queremos ajudar-vos uma série de dicas para sobreviver às refeições de Natal. Às portas do Natal, muitas pessoas já foram psicologicamente preparado para receber esses quilos a mais que nos deixarão as copiosas refeições e jantares destas datas. Cuidado com os excessos nas comidas de Natal O pensamento errado de que "uma vez por ano não faz mal", nos faz aceitar como normal o aumento de média de 3 ou 4 quilos em poucos dias, com as consequências que isso tem para a saúde. E é que não se trata apenas de os quilos que ganhamos em menos de duas semanas, mas que o excesso de comida no Natal e, em alguns casos, de álcool, traz uma série de problemas muito chato como azia, sensação de peso no estômago, gastrites ou desconforto abdominal. As comidas típicas das festas de natal são abundantes em calorias, gorduras e açúcares, nutrientes pouco recomendáveis para uma dieta saudável e equilibrada. Daí que seja importante controlar um pouco o que comemos no Natal, para não ter que lamentar-nos no início de janeiro que não entram nos novos jeans favoritos ou de que a camisa está prestes a atirar em todos os seus botões. Recomendações para as refeições de Natal É claro que são poucas refeições por ano, e que em qualquer caso é normal comer mais do que o habitual, mas é importante seguir uma série de recomendações para que o Natal não vai acabar sendo prejudicial para a nossa saúde: – Os principais dias de Natal, deverão fazer o resto de comidas e muito leves, sendo preferível tomar apenas legumes, frutas e produtos hortícolas. – É aconselhável tomar antes das refeições e jantares de natal, uma peça de fruta, uma vez que evita que tenhamos vontade de comer, como bestas. – Um bom truque para eliminar as calorias e gorduras acumuladas, é dançar e sair a correr pela manhã. – Do mesmo modo, o resto dos dias, é necessário aumentar a atividade física. Tente dar um bom passeio a cada dia, evite conduzir e tomar elevadores. – Podemos tentar de tudo, mas o truque está em limitar as quantidades, para assim não causar uma ingestão exagerada de nutrientes. – Você pode dar e tomar um ou dois copos de vinho ou espumante, mas estabelecer um limite. – Evitar refrigerantes e doces, e melhor optar por água ou sumos de fruta. – Acompanhar as refeições de Natal de saladas, já que nos ajudarão a enche-nos cedo e são muito mais saudáveis que os molhos que acompanham carnes e estofados nestas datas. – Consumir pão integral. – Na hora de preparar os pratos para as refeições de Natal, opte por legumes como cenoura, ervilhas ou cebola, assim como por frutas para os aterros.