blog

O açúcar que se esconde nas refeições

Entre os alimentos mais prejudiciais para o nosso corpo fica sem nenhuma dúvida, o açúcar, um dos principais promotores da obesidade e o colesterol, que também acelera o processo de envelhecimento, promove as doenças cardíacas e degenerativas e até estraga os nossos dentes. Certamente não é algo novo para ouvir que os alimentos com quantidades elevadas de açúcar são prejudiciais para a saúde, mas o que a maioria das pessoas ignora é que muitos dos alimentos que consumimos normalmente e que acreditamos que são saudáveis, na verdade não o são. Muita gente pensa que as quantidades de açúcar que consome diariamente equivalem às colheradas, que adiciona ao seu café ou chá, mas alimentos que sempre acreditaram que são saudáveis, como sucos de frutas ou cereais, possuem grandes quantidades deste produto tão nocivo para o nosso corpo. Os açúcares é que são digeridos muito rapidamente e passam para a corrente sanguínea em poucos minutos, produzindo uma condição de hiperglicemia, o que significa que existe uma grande concentração de açúcar no sangue. Para contrariar isto, o nosso organismo produz um hormônio chamado insulina, que se encarrega de transportar o açúcar do sangue para as células, sobrecarregando os sistemas de produção de energia das células. Se o nosso corpo não gasta essa sobrecarga de energia, o excesso de açúcar é convertido em gordura. Esse é o motivo pelo qual devemos manter os hidratos de carbono simples (açúcares), no mínimo, especialmente se você está tentando perder peso. Sede prudentes com os alimentos ricos em açúcares e consumi-los na primeira hora do dia ou antes de fazer ejericio, pois você tem mais chances de usar esses açúcares como fonte de energia para as atividades diárias. Entre os alimentos que possuem uma maior quantidade de açúcar, por exemplo, os iogurtes, que contêm entre 12 e 14g de açúcar, em embalagens mais pequenas que dominam o mercado atualmente. Molhos de tomate em vasos tão comuns na preparação de um prato de massa, as barrinhas de cereais que acreditamos um complemento ideal para os desportistas, os condimentos artificiais para saladas, frutas, conservas, o cacau em pó, que habitualmente bebem nossos filhos no café da manhã, refrigerantes, biscoitos e bolos, geléias, sobremesas lácteos, como os flans, creme ou sorvete, e muitos outros alimentos que consumimos de forma regular possuem altos valores de adoçante que devemos ir eliminando de nossa dieta. A solução passa por encontrar comida com o que pudermos substituir os elementos a que estamos tão acostumados. Desta forma iremos eliminando o açúcar escondido em alguns alimentos, um objetivo que deve se tornar uma prioridade para alcançar uma alimentação verdadeiramente saudável.