blog

Presbiacusia em idosos com mais de 65 anos

A perda auditiva torna-se um problema que, a dia de hoje, afeta mais de dois milhões e meio de pessoas maiores de 65 anos como consequência da velhice , de acordo com os dados recolhidos pelo "Livro Branco sobre a Presbiacusia" do Centro de Estudos e Pesquisa do GAES, empresa líder em soluções auditivas que quis homenagear em sua nova campanha dos idosos, por seu trabalho louvável em apoio de suas famílias, quer ver? A presbiacusia gera no paciente, de forma progressiva, uma degradação do seu nível de audição, de tal forma que a pessoa, à medida que vai envelhecendo, os sintomas desta condição auditiva começam a se agravar ao ponto de não entender as palavras de seus interlocutores, não ouvirá a terceiras pessoas e, em última análise, não pode manter uma conversa clara. Esta situação, em que se vêem mergulhados muitos pacientes com mais de 65 anos tende a minar a sua própria auto-estima, por não sentir-se integrados no resto da sociedade, pois o fato de não entender as mensagens que se encontram ao seu redor os leva a se isolar dos outros. Uma das alternativas mais saudáveis para prevenir este tipo de doenças, segundo recomendam os especialistas, é dirigir-se ao menos uma vez por ano, ao profissional médico para examinar o ouvido e, assim, verificar o seu estado. Este último é o que pretende GAES com sua nova campanha: sensibilizar as pessoas o quão importante é prestar atenção e máximo de cuidado para seus ouvidos, pois a capacidade para poder ouvir os outros é um dos sentidos mais importantes para o ser humano na hora de lidar no seu dia-a-dia. Outro dos objetivos da iniciativa conhecida como "estão Sempre lá," é reconhecer o trabalho daqueles avós que, apesar de ter problemas de audição, continuam a dedicar por inteiro às suas tarefas domésticas e a cuidar de seus familiares. Este último é o caso de Martina, que aos 58 anos de idade, é capaz de prestar toda a sua atenção a sua neta, fazer a comida e as tarefas domésticas. O que vos parece a iniciativa de GAES?, o vós também tendes problemas de aucidicón?